domingo, 26 de junho de 2011

JOBONECO: O Livre Pensador



Há algum tempo criei este Boneco com duas embalagens tetra pak e três tampas. Ele tem uma cara estranha. É meio robô, meio homem de lata de O Mágico de Oz, meio sei lá o quê.


Pensava usar em algum espetáculo. Gosto de exercitar colocando-o na frente do meu rosto. Aos poucos percebi que ele era eu. Criei e reguei (com dúvidas) meu alter ego e não sabia. Criei o JOBONECO!


Na verdade descobri que ele era eu quando me fotografei com ele e, na sequência automática, que espero transformar (também) em animação, vi que um era o outro no mesmo. Não sei se ele gostou da desvelação ou se aprovou a ideia de ser eu em vez dele próprio. Mas, como não sei quem ele é, fica sendo eu, um Livre Pensador Livre.


Tenho um amigo, o Niltinho da Softlan, que diz que sou “o homem mais nervoso da Terra”, porque estou sempre na sua loja reclamando de problemas de praxe do (meu) computador que parece ter vida própria e adora me tirar do sério. Bom, também vou lá pra questionar a religião dele e dos seus funcionários (que é outra) para tentar entender o que é a Fé. O que leva as pessoas a acreditarem piamente (sem questionar) no que está escrito na Bíblia (cuja tradução varia conforme as religiões) ou no sermão de padres e pastores.


A gente fala de tudo um pouco (da religião AC/DC) e a colheita dessas discussões é combustível precioso para um roteiro que estou desenvolvendo e ainda não sei para qual palco.


Este ensaio, que estou postando algumas fotos, fiz pensando nos meus questionamentos sobre a Fé!


JOBONECO: duas embalagens tetra pak, três tampas coloridas e fita dupla face.

Criação e fotos de Joba Tridente 

sábado, 11 de junho de 2011

Esculturas Up - Pull



Houve um tempo em que o Brasil importava da Argentina, entre outras coisas, leite em pó. Na verdade ainda importa. Mas, lá em meados da década de 1990 (por aí), o produto que hoje é vendido em saco, vinha em latas de 1 kg. Bom, eu gosto muito de leite e como o importado era mais barato que o brasileiro, eu sempre comprava. No entanto, o que mais chamava a minha atenção era a qualidade do lacre laminado, que parecia aço escovado. Fiquei tão fascinado por aquelas lâminas que resolvi guarda-las até inventar algum uso.


Um dia, quando recortava papel para fazer os meus cartões especiais, tive a ideia de esculpir alguns animais nos lacres laminados. Comecei e só parei quando não encontrei mais o leite à venda. 


Os objetos escultóricos, que chamei de Esculturas Up - Pull (erga e puxe), podem ser expostos ao natural ou acoplados a algum tipo de luz, projetando no teto, chão e paredes as mais variadas formas.


As Esculturas Up - Pull podem ser movimentadas e destacas, ganhando movimentos e volume (dimensionalidade) para fora da lâmina. É uma obra de arte muito divertida.


criação e fotos de Joba Tridente

Artista Plástico - Individuais: 1991 - Sagrados e Profanos - Hall da Secretaria de Estado da Cultura do Paraná - Curitiba-PR; 1986 - Sagrados e Profanos - Galeria “B” da Fundação Cultural do Distrito Federal - DF; 1984 - Arteveste - Galeria Jegue Elétrico - DF; 1983 - I Comício Cósmico de Brasília - Centro Cultural Le Corbusier – DF e  Arte Alternativa II e III - Galeria Jegue Elétrico - DF; 1982 - Arte Alternativa - Galeria Jegue Elétrico – DF.

Artista Plástico - Coletivas: 2015 - Bench Artes - São Paulo-SP; Nem Tudo Termina em Pizza - São Paulo-SP. 2013 - Mail Art Cupcake - MuBE - Museu Brasileiro de Escultura. 2000 - Fandango Subindo a Serra - SESC da Esquina - Curitiba-PR.  1997 - Guido Viaro, 100 Anos: Interpretação 97 - Museu de Arte do Paraná - Curitiba - PR. 1996 - V Concurso de Presépios - Memorial da Cidade de Curitiba - PR; 1994 (itinerante: 1995/1996) - Suite Vollard, Picasso - Uma Interpretação Paranaense - Museu de Arte do Paraná - Curitiba - PR; 1987 - Salão de Artes Plásticas de Brasília - Galeria da Fundação Cultural do Distrito Federal - DF e Levante Centro-Oeste - Galeria da Fundação Cultural do Distrito Federal - DF; 1986 - Salão de Artes Plásticas de Brasília - Galeria “B” da Fundação Cultural do Distrito Federal - DF; 1983 - I salão de Arte Mística/Mítica/Mediúnica - Hall da Prefeitura Municipal de Petrópolis - RJ e II Salão de Arte Mística/Mítica/Mediúnica - Centro de Convenções de Brasília - DF; 1977 - II Salão de Arte e Pensamento Ecológico - Touring Club de Brasília - DF; 1974 - I Encontro de Artes do ABC - Hall do Teatro Municipal de São Bernardo do Campo - SP.

Artes Gráficas, Humor e Quadrinhos: 1997 - 1ª Mostra da Ilustração Paranaense - Museu de Arte Contemporânea do Paraná - Curitiba - PR; 1993 - Bienal Internacional de Quadrinhos do Rio de Janeiro - RJ; 1991 - Arkivo Gráphico - Gibiteca de Curitiba - PR; 1980 - Brasília 20 Anos - Hall do SESC - DF e  Caricatura e Desenho de Humor de Ontem e de Hoje - Criatura-I - Exposição itinerante organizada pela FUNARTE em: DF/SP/RJ/BA/CE/PR; 1977 - II Salão de Humor de Brasília - Fundação Cultural do Distrito Federal - DF; 1976 - Salão de Humor de Brasília - Fundação Cultural do Distrito Federal - DF.

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Fotografias do Ar Roto Marinho



Hoje não falo da arte aleatória que faço com o lixo. Falo da arte aleatória que o mar faz com o lixo. Na virada de 2010 fui ao litoral. Fronteira Paraná-Santa Catarina. Há alguns anos venho trabalhando num ensaio fotográfico: Marca na Areia. A primeira semana que lá passei a chuva também passou. O dia um eu perdi na maré. Nos outros aproveitei o que ela trouxe e compôs sobre a areia. Estou postando detalhes de algumas fotos das séries. Futuramente espero publicar as séries completas aqui ou em outro blog. O meio é o ambiente, sempre!


Ar Roto Marinho

do balanço das águas
sobre a areia
do inusitado que fica
sobre a areia
do fluxo e refluxo
sobre a areia
da posição do lixo
sobre a areia
a maré compõe
sobre a areia
a cisão do mar

homem ao mar
mar azia

Joba Tridente. 05.06.211







fotos (detalhes) de Joba Tridente
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...