sábado, 25 de novembro de 2017

Jobabilidade: HQ Sustentável com Capa para Celular

JUSTIÇA
Articulada e Infinita
uma História em Quadrinhos com base em Capas para Celulares
criada por Joba Tridente

Eu não uso telefone celular e ou smartphone e não sinto a menor falta. Se tivesse tal objeto, jamais o levaria ao cinema, teatro, oficinas culturais, restaurante. Quem quer falar comigo email-me ou liga para o telefone residencial. Toda via tecnológica, no entanto, recentemente ganhei (de um amigo e dono de loja de material, laboratório e serviços de informática) uns 30 modelos “antigos” (em um semestre) de Capas (bumper, case, funda, caja) para celular (smartphones), algumas ainda lacradas e embaladas. Um desafio para transformar em Arte Sustentável o que até ontem era super fashion.

25% das Capas Fashion descartadas
Bem, ideias não faltam, mas é impossível atropelar o tempo. Assim, vou pensando meio que devagar. Com algumas das Capas criei chaveiro (llavero, key ring) e porta-trecos, que postarei em breve. Com outras três (as únicas transparentes) montei esta inusitada HQ (comic, cómic, mangá) JUSTIÇA - Articulada e Infinita, estrelada pelas estampas do marginalizado Chaves (da tv), da onipotente Justiça (da vida real) e do aventureiro Super Mario (do game).


A ideia para a HQ e ou Cartum articulado tive assim que ganhei as Capas transparentes com as estampas dos três personagens. Uma vez que o Brasil (entre outros países) está passando por uma crise política, judiciária e socioeconômica sem precedentes na sua história, procurei abusar da ironia dos personagens à situação atual (beirando a tragédia), numa narrativa cujos diálogos podem mudar diariamente (ou não!). Basta, para tanto, escrever novos diálogos e colar os balões nas tiras (de embalagem de pizza e ou palitos) de manipulação.


HQ JUSTIÇA - Articulada e Infinita

Roteiro: O título faz trocadilho com a manipulação da lei pelos poderosos (raramente condenados) sempre impunes. O marginalizado Chaves, indignado, diante de tantos criminosos ricos e privilegiados, pergunta à Justiça: “- A lei não é para todos?”. A autoritária Justiça, se sentindo afrontada, grita: “- Eu te pego, gentalha!”. O apressado Mario, vendo o sufoco de Chaves, aconselha: “- Corre, Chaves, ou a Justiça te pega!”. O desprotegido Chaves tenta se justificar: “- Mas eu só falei sem querer querendo!”. A intransigente Justiça continua berrando: “- Eu te pego, gentalha!”. O bravo Mario insiste com o amigo Chaves: “- Mas você não é político!”.

Acompanhe o processo de confecção 
para fazer sua HQ ou Cartum etc.


Material: 1. Capas plásticas transparentes (conforme a estampa você desenvolve os diálogos..., pode ser até um poema para a pessoa amada!); 2. Embalagem de pizza ou outro tipo de papelão..., para recortar bases e tiras para colar e movimentar os balões de texto (pode se usar, na manipulação, palitos de madeira, mas só de for para apenas dois balões); 3. Papel para fazer os balões e também para escondê-los; 4. Papelão ou isopor (para volume lateral da base); 5. Estilete; 6. Régua; 7. Cola.




Fazendo as Tiras: A largura das tiras vai depender do tamanho do orifício na parte debaixo da Capa. O comprimento você decide. Para dar mais firmeza, eu fiz tiras duplas (colei uma sobre outra). Na parte de cima da tira, conforme o tamanho do balão de texto, dei um leve corte (Montagem dos Balões - 1), e tirei cuidadosamente a película (plástica) da embalagem de pizza, para colar mais facilmente o papel impresso.


Fazendo a Base: A base recortei de embalagem de pizza (mas você pode usar papelão etc) no tamanho exato do encaixe (ou no tamanho do celular), arredondando as bordas conforme o desenho (modelo) da Capa. Nas laterais (esquerdas e direitas), para dar a altura do celular e encaixar com perfeição, cortei tiras fininhas de isopor (se não tiver, use papelão etc) e cobri com papel, para reforçar e não quebrar. Para esconder os balões cortei o papel (que pode ser de embalagem pizza etc) conforme o tamanho da estampa..., no caso, as três eram praticamente da mesma altura, e colei sobre as tirinhas (de isopor) laterais.


Fazendo os Balões: Pensei em fazer balões manuscritos, mas por causa do tamanho e espaço de exposição, optei por imprimir e recortar mais apropriadamente. Você pode fazer como quiser.



Fazendo Testes: Antes de encaixar todas as partes fiz alguns testes para ver altura das tiras com os balões e encaixes. Nas fotos as pontas dos balões parecem cobertas, mas ao manipular ela aparecem perfeitamente direcionadas para os personagens. Dependendo da quantidade de balões, você pode erguer todos e ir abaixando um a um conforme o ritmo da conversa..., e ou ir subindo na ordem dos diálogos. O importante é causar surpresa no espectador. Acho que é isso!




JUSTIÇA – Articulada e Infinita
criação e fotos de Joba Tridente
novembro de 2017


*
JOBA TRIDENTE
Artista Plástico - Individuais: 1991 - Sagrados e Profanos - Hall da Secretaria de Estado da Cultura do Paraná - Curitiba-PR; 1986 - Sagrados e Profanos - Galeria “B” da Fundação Cultural do Distrito Federal - DF; 1984 - Arteveste - Galeria Jegue Elétrico - DF; 1983 - I Comício Cósmico de Brasília - Centro Cultural Le Corbusier – DF e Arte Alternativa II e III - Galeria Jegue Elétrico - DF; 1982 - Arte Alternativa - Galeria Jegue Elétrico – DF.

Artista Plástico - Coletivas: 2015 - Bench Artes - São Paulo-SP; Nem Tudo Termina em Pizza - São Paulo-SP. 2013 - Mail Art Cupcake - MuBE - Museu Brasileiro de Escultura. 2000 - Fandango Subindo a Serra - SESC da Esquina - Curitiba-PR.  1997 - Guido Viaro, 100 Anos: Interpretação 97 - Museu de Arte do Paraná - Curitiba - PR. 1996 - V Concurso de Presépios - Memorial da Cidade de Curitiba - PR; 1994 (itinerante: 1995/1996) - Suite Vollard, Picasso - Uma Interpretação Paranaense - Museu de Arte do Paraná - Curitiba - PR; 1987 - Salão de Artes Plásticas de Brasília - Galeria da Fundação Cultural do Distrito Federal - DF e Levante Centro-Oeste - Galeria da Fundação Cultural do Distrito Federal - DF; 1986 - Salão de Artes Plásticas de Brasília - Galeria “B” da Fundação Cultural do Distrito Federal - DF; 1983 - I salão de Arte Mística/Mítica/Mediúnica - Hall da Prefeitura Municipal de Petrópolis - RJ e II Salão de Arte Mística/Mítica/Mediúnica - Centro de Convenções de Brasília - DF; 1977 - II Salão de Arte e Pensamento Ecológico - Touring Club de Brasília - DF; 1974 - I Encontro de Artes do ABC - Hall do Teatro Municipal de São Bernardo do Campo - SP. 

Artes Gráficas, Humor e Quadrinhos: 1997 - 1ª Mostra da Ilustração Paranaense - Museu de Arte Contemporânea do Paraná - Curitiba - PR; 1993 - Bienal Internacional de Quadrinhos do Rio de Janeiro - RJ; 1991 - Arkivo Gráphico - Gibiteca de Curitiba - PR; 1980 - Brasília 20 Anos - Hall do SESC - DF e  Caricatura e Desenho de Humor de Ontem e de Hoje - Criatura-I - Exposição itinerante organizada pela FUNARTE em: DF/SP/RJ/BA/CE/PR; 1977 - II Salão de Humor de Brasília - Fundação Cultural do Distrito Federal - DF; 1976 - Salão de Humor de Brasília - Fundação Cultural do Distrito Federal - DF.

sábado, 18 de novembro de 2017

Jobabilidade: Elefantes Sustentáveis Floridos


Elefantes Sustentáveis Floridos
criados por Joba Tridente*

Sou um artista em constante estado de observação do mundo e das coisas ao meu redor..., que hora mais hora menos acabam ganhando forma literária, gráfica e ou plástica na minha Arte Sustentável



E o caso destes Elefantes Sustentáveis Floridos (com tromba retrátil feita com barbeador descartável), inspirados nos Elefante Azul Mar, que fiz em 2009, e no Elefante Azul Profundo, customizado em 2016.






Digo que estes Elefantes Sustentáveis Floridos são apenas inspirados em Elefantes anteriores porque, não tendo mais da mesma embalagem de ovo usada em 2009 e sem ter fotografado o processo de feitura, tive de (re)inventar..., começar do zero.







Para a criação destes quatro Objetos Escultóricos Articulados, utilizei embalagens antigas e novas de achocolatado (corpo); tubos de papel e jornais (pernas); embalagens e placas de isopor (pernas e presas); barbeadores descartáveis (tromba); embalagens de ovo (cabeça) e de maçã (orelhas); tampas plásticas diversas (olhos); cordão (rabo).







As cores (amarela, azul celeste, azul profundo e terracota) dos quatro Elefantes Sustentáveis Floridos surgiram naturalmente. A pintura florida é uma saudação a Ganesha, o Deus da Prosperidade, no Hinduísmo.






O artista que trabalha com material reciclável está sempre em alerta para não deitar fora aquela embalagem que pode resolver uma peça e ou dar início à outra. Em meio a muita tralha, tenho algumas coisas que me parecem interessantes aguardando a vez de serem resgatadas.



criação e fotos de Joba Tridente
 (setembro/outubro/novembro de 2017)



*
JOBA TRIDENTE
Artista Plástico - Individuais: 1991 - Sagrados e Profanos - Hall da Secretaria de Estado da Cultura do Paraná - Curitiba-PR; 1986 - Sagrados e Profanos - Galeria “B” da Fundação Cultural do Distrito Federal - DF; 1984 - Arteveste - Galeria Jegue Elétrico - DF; 1983 - I Comício Cósmico de Brasília - Centro Cultural Le Corbusier – DF e Arte Alternativa II e III - Galeria Jegue Elétrico - DF; 1982 - Arte Alternativa - Galeria Jegue Elétrico – DF.

Artista Plástico - Coletivas: 2015 - Bench Artes - São Paulo-SP; Nem Tudo Termina em Pizza - São Paulo-SP. 2013 - Mail Art Cupcake - MuBE - Museu Brasileiro de Escultura. 2000 - Fandango Subindo a Serra - SESC da Esquina - Curitiba-PR.  1997 - Guido Viaro, 100 Anos: Interpretação 97 - Museu de Arte do Paraná - Curitiba - PR. 1996 - V Concurso de Presépios - Memorial da Cidade de Curitiba - PR; 1994 (itinerante: 1995/1996) - Suite Vollard, Picasso - Uma Interpretação Paranaense - Museu de Arte do Paraná - Curitiba - PR; 1987 - Salão de Artes Plásticas de Brasília - Galeria da Fundação Cultural do Distrito Federal - DF e Levante Centro-Oeste - Galeria da Fundação Cultural do Distrito Federal - DF; 1986 - Salão de Artes Plásticas de Brasília - Galeria “B” da Fundação Cultural do Distrito Federal - DF; 1983 - I salão de Arte Mística/Mítica/Mediúnica - Hall da Prefeitura Municipal de Petrópolis - RJ e II Salão de Arte Mística/Mítica/Mediúnica - Centro de Convenções de Brasília - DF; 1977 - II Salão de Arte e Pensamento Ecológico - Touring Club de Brasília - DF; 1974 - I Encontro de Artes do ABC - Hall do Teatro Municipal de São Bernardo do Campo - SP.


Artes Gráficas, Humor e Quadrinhos: 1997 - 1ª Mostra da Ilustração Paranaense - Museu de Arte Contemporânea do Paraná - Curitiba - PR; 1993 - Bienal Internacional de Quadrinhos do Rio de Janeiro - RJ; 1991 - Arkivo Gráphico - Gibiteca de Curitiba - PR; 1980 - Brasília 20 Anos - Hall do SESC - DF e  Caricatura e Desenho de Humor de Ontem e de Hoje - Criatura-I - Exposição itinerante organizada pela FUNARTE em: DF/SP/RJ/BA/CE/PR; 1977 - II Salão de Humor de Brasília - Fundação Cultural do Distrito Federal - DF; 1976 - Salão de Humor de Brasília - Fundação Cultural do Distrito Federal - DF.

sábado, 30 de setembro de 2017

Jobabilidade: Caixicaricatura de Hélio Leites


Caixicaricatura de HÉLIO LEITES
segundo Joba Tridente

Hélio Leites é um multiartista paranaense. O mestre das miudezas feitas com caixas de fósforos, cheias de iluminadas histórias, entre outros materiais recicláveis, nasceu na cidade da Lapa e vive da sua fantástica arte em Curitiba, Brasil. Hélio, que transita com a mesma desenvoltura amor e muito humor pelas artes plásticas, literatura e as performances é o criador da Assintão (Associação Internacional dos Colecionadores de Botão), do Fiu Fiuuu Sport Club (já gravou mais de 100 mil assobios de todas as partes do Brasil e do mundo), do GRES Unidos do Botão, da Campanha Mundial Anti-taxidermismo, da Associação Internacional dos Kinderovistas.




Conheci Helio Leites nos anos 1990, quando cheguei a Curitiba e fiz a direção gráfica do Jornal Nicolau. Eu o filmei em alguns dos seus inusitados eventos e este material raríssimo (em VHS) foi inscrito para resgate e edição digital num edital cultural e aguarda aprovação para futura captação de recursos. Recentemente Helio Leites lançou o livro Tarja Branca - O libreto que faltava, que reúne suas crônicas (dispersas), que brevemente comentarei no Falas ao Acaso.




Sempre quis homenagear o artista, mas não sabia como. Assim que desenvolvi um Boneco de Caixa de Fósforos (articulado e na vertical) achei que seria uma boa oportunidade para criar uma caricatura sua. Assim, aproveitando a noite de lançamento do seu Tarja Branca, lhe ofereci a Caixicaricatura de Hélio Leites com poema na ponta da língua. Do seu poema Cardume, usei os dois primeiros versos: Quando eu desperto/ desperta um outro dentro de mim/ que por sua vez desperta outro/ e esse a tantos outros/ como se fosse um cardume/ por isso eu navego assim./ São tantos e tão diferentes/ cantando dentro de mim.


A Arte Sustentável Caixicaricatura de Hélio Leites foi feita com embalagem de pizza, caixa de fósforos, tampa de shampoo, botões, recorte de papel, barbante, fio telefônico...



***
criação e fotos de joba tridente.2017


***

JOBA TRIDENTE
Artista Plástico - Individuais: 1991 - Sagrados e Profanos - Hall da Secretaria de Estado da Cultura do Paraná - Curitiba-PR; 1986 - Sagrados e Profanos - Galeria “B” da Fundação Cultural do Distrito Federal - DF; 1984 - Arteveste - Galeria Jegue Elétrico - DF; 1983 - I Comício Cósmico de Brasília - Centro Cultural Le Corbusier – DF e Arte Alternativa II e III - Galeria Jegue Elétrico - DF; 1982 - Arte Alternativa - Galeria Jegue Elétrico - DF.

Artista Plástico - Coletivas: 2015 - Bench Artes - São Paulo-SP; Nem Tudo Termina em Pizza - São Paulo-SP. 2013 - Mail Art Cupcake - MuBE - Museu Brasileiro de Escultura. 2000 - Fandango Subindo a Serra - SESC da Esquina - Curitiba-PR.  1997 - Guido Viaro, 100 Anos: Interpretação 97 - Museu de Arte do Paraná - Curitiba - PR. 1996 - V Concurso de Presépios - Memorial da Cidade de Curitiba - PR; 1994 (itinerante: 1995/1996) - Suite Vollard, Picasso - Uma Interpretação Paranaense - Museu de Arte do Paraná - Curitiba - PR; 1987 - Salão de Artes Plásticas de Brasília - Galeria da Fundação Cultural do Distrito Federal - DF e Levante Centro-Oeste - Galeria da Fundação Cultural do Distrito Federal - DF; 1986 - Salão de Artes Plásticas de Brasília - Galeria “B” da Fundação Cultural do Distrito Federal - DF; 1983 - I salão de Arte Mística/Mítica/Mediúnica - Hall da Prefeitura Municipal de Petrópolis - RJ e II Salão de Arte Mística/Mítica/Mediúnica - Centro de Convenções de Brasília - DF; 1977 - II Salão de Arte e Pensamento Ecológico - Touring Club de Brasília - DF; 1974 - I Encontro de Artes do ABC - Hall do Teatro Municipal de São Bernardo do Campo - SP.

Artes Gráficas, Humor e Quadrinhos: 1997 - 1ª Mostra da Ilustração Paranaense - Museu de Arte Contemporânea do Paraná - Curitiba - PR; 1993 - Bienal Internacional de Quadrinhos do Rio de Janeiro - RJ; 1991 - Arkivo Gráphico - Gibiteca de Curitiba - PR; 1980 - Brasília 20 Anos - Hall do SESC - DF e  Caricatura e Desenho de Humor de Ontem e de Hoje - Criatura-I - Exposição itinerante organizada pela FUNARTE em: DF/SP/RJ/BA/CE/PR; 1977 - II Salão de Humor de Brasília - Fundação Cultural do Distrito Federal - DF; 1976 - Salão de Humor de Brasília - Fundação Cultural do Distrito Federal - DF.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...